quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Dizem...

... que sou uma excepção à regra porque telefono, contacto e procuro os meus amigos pelo prazer simples de estar com eles, de saber deles e de me preocupar com eles.
Digo que deveria ser assim.

Gosto de sentir os amigos perto de mim, por isso é natural telefonar e querer estar com eles e faço isso naturalmente.
Claro que às vezes me auto magoou porque parto do princípio que esses amigos pensam e agem como eu e, como às vezes isso não acontece, e estão-se ginjando para o telefonema que ficaram de fazer e não fizeram, para o jantar que ficaram de marcar e não marcaram, para a receita que ficaram de dar e não deram…, como às vezes isso não acontece, fico triste, mesmo conhecendo o feitio de cada um, mesmo sabendo que pode nem ser por mal… Fico triste, desiludida! (deixa-te dessas coisa… tás parva?!).
Há até aqueles que insistem em ser nossos amigos mas que não investem, sim para construir e manter uma amizade é necessário investimento!
Seja por egoísmo – cada um anda na sua vidinha e preocupado com o seu umbigo - seja por circunstâncias da vida, seja… as relações fortes de amizade vão-se esbatendo e os amigos vão sendo substituídos por conhecidos que muitas vezes nos dizem pouco, mas que por uma ou outra razão andam mais perto de nós no dia-a-dia, é mais fácil e cómodo…
Claro que os verdadeiros amigos não desaparecem existe sempre o "perigoso" ditado longe da vista, longe do coração, porque nos momentos de crise essas amizades revelam-se e fortalecem-se.
Para mim a amizade tem de ser o mais pura possível.
Será que sou um ET?

9 comentários:

Maria disse...

Se tu és, então também eu o sou.. Assusta-me as pessoas dizerem-se amigas, e depois estarem imenso tempo sem se verem..=S

bjnho.

Um gajo qualquer... disse...

Tenho um grupo de amigos que se junta todos os primeiros Sábados do mês e vai jantar.
Faz-me imensa confusão quando sou eu a marcar e envio sms na 2ª feira anterior e recebo respostas tipo 6ª á noite e Sábado depois de almoço...

Partilhamos formas de estar Mimanora...

;)

mimanora disse...

Maria obrigado pela espreitadela e pelo comentário. É dificil cultivar amizades, dá trabalho!
Gajo isso irrita-me tanto que às vezes até os insulto! Quanto às partilhas já percebi que temos muito em comum: vinho tinto, comidas natalícias e algumas formas de estar...
Bons sonhos para os 2!

eva disse...

Qual ET, qual quê... Eu tb estou longe dos meus amigos. Claro que há os mais próximos que estando longe, estão sempre mais perto. mas depois há os outros e parece que se nós nunca dissermos nada, tb nunca recebemos notícias. Custa um bocado a iniciativa partir sempre do mesmo lado...

Sadeek disse...

Eu, por acaso, não sou assim. Admiro que o seja mas não é do meu feitio. Embora quando seja preciso...esteja lá sempre...

Serei também eu um ET?!?! :D

BEIJOOOOOOOOOO

gimbras.nofuturo.com disse...

Olhem, eu sou daqueles que nunca liga, nunca sai, nunca investe e por isso nem amigos tem. O saldo do meu tlm é superior ao saldo bancário. Se rendesse juros estava rico.

Sou assim, n por mal, mas pq m sinto mal em estar a ligar, enviar SMS. Detesto impôr a minha presença, detesto incomodar ou ser chato. Penso smp q a pessoa pode n querer atender, ou responder.

Só vou saindo com os meus primos e amigos deles, mas aí a relação é diferente. Eles são família.

Sou assim, mas sou feliz. :D

Ti disse...

Eu precisei de chegar quase aos 30 para perceber quem são os verdadeiros amigos...

mimanora disse...

Eva, custa a iniciativa ser sempre nossa mas compensa!

Sadeek beijoooooo pra ti também e boas futeboladas!

Gimbras, se telefonar, enviar sms e outros que tal incomodar e se eles são teus amigos tb te podem dizer!! E pra mim e felizmente para os meus amigos ninguém incomoda ninguém. Não será isso preguiça?!

Ti eu soube aos 30 e tal! Só quando se tem um problema mesmo grave, daqueles grandalhões é que conseguimos separar o trigo do joio..

(isto parece um consultório!!!)

Ti disse...

Gosto deste consultório...hihihi :)