quinta-feira, 21 de maio de 2009

In...Me

Não sei porquê, ontem deu-me para fazer uma retrospectiva da minha vida, não por inteiro, porque foi tudo muito rápido (do género a sua vida em 5´ como dizem que acontece antes de morrermos…).
Vários episódios, os que mais me marcaram, estiveram bem presentes e percebi que se os consegui ultrapassar e ainda por aqui ando é porque vou conseguir ultrapassar o que há-de vir, hoje, amanhã, depois de amanhã...
Não é que tenha muita força, essa cada vez é menor e a paciência essa então escasseia, mas penso na vida de outros que é bem pior que a minha e sei que não tenho o direito de me queixar, posso ter pequenos desabafos, mas não me posso queixar.
Talvez por isso muitos achem que tudo me cai no colo, o que não é verdade, não percebem o que vai cá dentro, o quanto me custou ter certas atitudes, fazer algumas escolhas, o que desejei e nunca se concretizou nem vai concretizar e a tristeza que me invade por isso mesmo .
Sou muito extrovertida (aparentemente), dizem que faço a festa com todos, mas isso não passa de uma carapaça que demorou anos a construir inconscientemente e que confesso, às vezes me incomoda, pesa. Quantas vezes não me apeteceu despi-la e chorar, chorar a sério, esbracejar, gritar e dizer tudo o que está cá dentro, mas não consigo...

6 comentários:

Um gajo qualquer... disse...

Acho que todos temos esses momentos...

O que vem mesmo a calhar do desafio que tenho para ti no meu estaminé!!

;)

Cai de Costas disse...

Podes sempre queixar-te. E gritar e essas coisas todas. Sem que seja preciso fazer festa a todos.

sweetie disse...

Acho que esse sentimento passa por muita gente..

Thunderlady disse...

Codstuma dizer-se que quem não chora não mama.

Não tenho hábito de me queixar a a reposta normal ao tracidonal "como estás" costuma ser sempre "tudo bem".

Mas não, nem sempre as coisas estão bem muito menos "tudo".


Depois de aprender a vestir a carapaça como aprendemos a despi-la?

**

mimanora disse...

Gajo, de vez em quando temos destas coisas, não é? Assim que puder vou à tua chafarica;)

Cai de Costas, acho que não entendeste, sei que posso fazer tudo isso, mas a tal carapaça não sai, por isso muitos acham que faço a festa com todos, é o que mostro, não o que sinto.

Sweetie, é verdade.

Thunderlady isso também eu queria saber, como despir a carapaça e acredita que tenho tentado...

eva disse...

Pois é... tens muita razão no que dizes. Podem dizer muita coisa, mas quem passa e sente realmente as coisas é que sabe o que custou! beijinhos