terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Nunca me tinha acontecido!

Podem achar estranho ou até nem acreditar, mas nunca tinha tido um acidente de carro! tenho carta há 20 e tal anos.
Hoje, quem passasse ao fim do dia na rotunda de acesso do Ikea para o Allegro ía deparar com um engarrafamentozito em que a je era uma das protagonistas.
Vinha eu calmamente na faixa do meio da rotunda ouvindo música e feliz, porque ía fazer as minhas últimas compras de Natal quando olho para a minha esquerda e nem tive tempo de ui acelerar para fugir de uma daquelas meninas que põe o pisca e aqui vai disto a estrada é toda minha até poderia ser toda dela se eu não estivesse lá e eu agradecia. A minha cara deve ter sido engraçada, nem queria acreditar que tinha a dianteira de um carro espetada na minha porta que não conseguia abrir o vidro todo e não podia sair do carro!
Respirei fundo e pensei "não vais perder a cabeça poque é igual a perder a razão. Respira fundo e pensa". Fui rapidinha a pensar, enquanto pelo que percebi depois, a tal menina e a sua mãezita telefonavam ao marido, ao pai e ao periquito, telefonei para a minha irmã e para uma amiga que me deu o nº da polícia de Alfragide (só depois é que soube que se pode ligar para o 112 para mim este nº seria só em caso de vida ou de morte!), liguei contei o sucedido e esperei 45m que a brigada aparecesse não demoraram muito, pois não?
Enquanto esperava lá tive de sair do carro com o colete laranja fashion, uau mais uma estreia nunca tinha vestido nenhum, pelo lado direito para pôr o triângulo nem sei bem onde, porque os 30m da praxe obrigar-me-iam a uma gincana para que os carros não me fizessem umas tangentes jeitosas... resolvi pôr o triângulo aí a uns 2m do carro e continuei à espera.
Passou-me tanta coisa pela cabeça que podia ficar aqui a noite inteira... , mas há uma que me aterroriza um bocadinho, não sei porquê às vezes tenho quase como um pressentimento, mas não consigo perceber quando vai acontecer se não não teria ido às compras né , sei que vai acontecer e pronto. Eu sabia que não ía largar este carro sem bater com ele!
E de repente no meio de todos os pensamentos práticos para resolver a situação senti-me tão, tão sozinha que só quis chorar.
Bom a família da tal menina chegou e o marido era... um conhecido cantor da nossa praça se calhar ainda me lixo com esta, a policia chegou, mediu, fez desenhos, tirou dados , nós tivemos de escrever o que se tinha passado, isto tudo com um frio de rachar que nem sentia as mãos, estava sem casaco e gelada.
A menina ainda tentou começar a fazer uma mini peixeirada à jet 6,5, mas disse-lhe logo qu não valia a pena, porque o policia não estava ali para nos ouvir, só mesmo para fazer o croqui.
Soprei no balão!!!! Outra estreia e eu toda contente, o policia mais simpático sim, porque há sempre o policia bom e o policia mau já se ria.
Lá tomaram conta da ocorrência (gosto desta palavra, tinha de a escrever!), despedi-me dos meninos desejei-lhes Festas Felizes e fui para o Allegro acabar as compras de Natal.
Ah quando entrei no parque de estacionamento pensei "vamos lá ver se não me metem a outra porta dentro!"
Nota: aqui há uns meses atrás se isto me tivesse acontecido teria ficado toda a tremer e não era de frio, teria chorado e pior não teria acabado de fazer as compras de Natal. Desta vez pensei "era isto que eu vinha fazer não era, não vai ser um merdelim de um acidente que me vai fazer desistir! (isto para quem me conhece bem é mais uma daquelas mudanças a que me propus)

11 comentários:

Um gajo qualquer... disse...

O mais importante é estares bem Mimanora!!!

Beijinho pra ti!!

Alexandre disse...

Por incrivel que pareça aconteceu o mesmo a uma amiga minha no fim de semana passado, o problema é que ela ia num smart e o carro literalmente voou umas dezenas de metros antes de parar...

Ainda bem que lidaste assim com a situação mimanora, os meus parabéns ;)

gimbras.nofuturo.com disse...

As últimas frases ficarei sem entender o porquê de reagires assim há uns meses, ainda se a culpa fosse tua!

Ainda bem que mudaste, para melhor!
Na volta a menina que te bateu ia a fumar e a telefonar ao mesmo tempo e era esposa do Toy. Esse artista q conduz c o belo do joelho e calças especiais... de condução, lol.

Matrix disse...

Ainda bem que tudo não passou de um susto!
A chapa resolve-se e nada como bater com o carro velhinho!!!
se fosse o novo até te atiravas para o chão a chorar!!!!

Tita disse...

Esta mimanora... não me surpreende porque desde sempre que digo que é uma princesa cheia de classe! Linda!!! Fiquei foi curiosa quem seria o cantor! Grrr!!!

Ainda não fui ao Alegro será normal? Lol

Sadeek disse...

Granda Mim...se foi só chapa menos mau!!! E sim, não é de estranhar que a polícia tenha demorado esse tempo a chegar. Afinal a esquadra (e como morei aí muiiiiitos anos até conheço a coisa com propriedade de causa)fica a.....3 minutos da rotunda!!! AHAHAH

Anyway...o bom foi teres resolvido a coisa com boa disposição...ou pelo menos a disposição possível... ;)

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

mimanora disse...

Obrigado Gajo e Alexandre.
Gimbras eu mudei, antes ficava irritada por tudo e por nada, agora parece que já não.
Matrix, é mesmo ainda bem que foi com o velhinho!
Tita o cantor até é um que não é pimba e com um cabelo diferente. Só vou ao Allegro pq é perto de casa.
Sadeek vivi 25 anos em Alfragide, fui das primeiras habitantes e adoro aquilo.E foi para essa esquadra que liguei. O problema é que a (des)centralização faz com que tenhas de ligar o 112 e eles é que encaminham consoante o local, parece que aquele local em termos de BT pertence a Queluz! Beijos para ti também!

Thunderlady disse...

:) Muito bem lidado na hora, e depois? Muito stress?

A única vez que uma cavalona que bateu no meu carro disse que ia chamar o marido chamei logoa polícia. Se a família fosse à proporção eu estava bem tramada. Correu mal para ela, tadita.

Que pena que te tenhas estreado nesta coisa dos triângulos e coletes e declarações e relatórios de ocorrências...

:(


Bj

mimanora disse...

Pois é Thunderlady, mas como em tudo na vida há sempre uma 1ª vez e espero que neste caso seja a última.
Quanto ao stress a seguir, não houve, o que estranhei, mas quase que borrifei no assunto o que é muito estranho para mim!...

Segredo Cor de Rosa disse...

Diz la quem era o cantor!!!!
eheheheheh
A sério, eu já bati na traseira de um tipo e foi horrível. Não me magoei, mas os nervos são imensos.
O mais importante é que ficaste bem e a menina agora vai ter de pagar o arranjo do carro (ou o seguro dela). Aproveita para arranjar uns riscos ou umas amolgadelas que lá possas ter por perto.

Beijinhos e admirei a tua coragem
de seguires a vidinha!
Assim é que é.

eva disse...

Ainda bem que não foi nada de muito grave e que estás intacta! E sangue frio é preciso nestas situações, mas nem sempre existe! Estás de parabéns! :)
Bjs