quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Granada

Estou triste, tão mas tão triste…
Quando tudo parece que está a começar a acalmar eis que cai uma granada vinda do norte!
A maioria das vezes aguento, os tiros já nem me atingem, mas desta vez além de ficar f***, fiquei triste, mesmo triste, porque não me atingiu só a mim.
Quando a granada cai consigo barafustar, irritar-me, deitar para trás das costas mas neste caso não, magoa-me e choro… Choro de impotência porque não consigo, não está nas minhas mãos fazer com que ele sai da vida dela, nem posso, não está nas minhas mãos mudá-lo, não está nas minhas mãos mudar aquilo que ele significa para ela, não está nas minhas mãos… e magoa-me o quanto tudo isto a magoa a ela, magoa-me o quanto ela o ama, magoa-me a revolta dela que faz todo o sentido, magoa-me a frieza que ela tenta mostrar, magoa-me o que tem de crescer sem precisar e eu não poder fazer nada. Porque nada a vai confortar…
E aqui estou neste meu canto a procurar o conforto, o amparo, o ombro… que aqui não existe...
Não sei se irei aguentar a bomba que aí vem não tenho dúvidas que vem, sei que tenho de estar mais forte que nunca, vou ter de ser o amparo, o conforto e o ombro que não tenho… para ela.
Não sei se consigo, não sei... Já estou cansada de remar contra a maré.
Nunca mais chegam os ventos de feição, aqueles ventos suaves e mornos que nos vão empurrando calmamente...
.......
Estava a conseguir levantar-me e um só telefonema conseguiu deitar-me abaixo, mas não vou deixar de lutar e de tentar fazer das nossas vidas aquilo que queremos. Posso chorar, não dormir mas tenho de ser e de fazer feliz.

13 comentários:

...Ju... disse...

respira fundo e enfrenta tudo com um sorriso no rosto... é mais facil assim.... acredita!

eva disse...

Muita força!!!

L.M disse...

Chora o que há a chorar, alivia o coração tanto uqnato possivel e depois levanta a cabeça com o pensamento que és capaz e forte o suficiente por ti e por ela! Nao é fácil, mas pensa.. não é impossivel!! ;)

Beijinho e força!

Alexandre disse...

Sabes que há alturas na vida em que tens de parar de meter o peito às balas que são para outras pessoas e simplesmente deixá-las ser atingidas para que possam crescer...

Como disse Nietzsche, o que não nos mata torna-nos mais fortes.

Ti disse...

Eu até tremo só de ouvir falar em bombas... :( muita forcinha aí, sim? beijinho grande, grande*

gimbras.nofuturo.com disse...

Entendi pq choravas. Diz-lhe q apesar de ele n estar ao pé dela, tu estás, e q ela tem de compreender. Infelizmente, mas tem, é assim a vida. Nem sempre os outros são perfeitos, nem podem estar perto de nós em épocas especiais.

Beijos para ti e para ela.

Tita disse...

Quem lê stas palavras pode imaginar muitas coisas... pode fazer um filme na sua cabeça do que será que se está a passar e mesmo assim estar completamente errado e longe do que se passa... por isso vou só dizer que acredito em ti, na tua força (mulher de classe - sabes como te admiro!), sei que vais fazer tudo pelo melhor, levar tudo pelos melhores caminhos... Ainda assim se precisares "do meu ombro" é só mandares mail... Sou óptima a ler nas entrelinhas e falar por metáforas... Conversas em que não se diz nada, mas diz-se tudo e o coração fica mais leve! ;)

Beijo cheio de força*

Um gajo qualquer... disse...

Já sabias que essa bomba aí vinha...
Agora resta conter os estragos.

Força!!

mimanora disse...

Ju, Eva,L.M.,Alexandre, Ti, Gimbras, Tita Obrigado pelas vossas palavras que me fizeram chorar um bocadinho mais (L.M.).
Apesar de ser refilona costumo ter sempre um sorriso e acho que nada é imposível.
Não consigo deixar de pôr o peito â frente das balas para a proteger pq mesmo assim ela apanha uns estilhaços e já cresceu demais.
Ela sabe que estou sempre com ela, mas há momentos como o de ontem em que fico sem forças (já são 10 anos de batalhas que não procuro, que não fomento e em que tento amenizar e resolver as coisas da melhor maneira mas parece que o outro lado não entende).
Bjks para todos.

Matrix disse...

E hoje é outro dia!
E ela há-de cescer porque sabe olhar e interpretar a sua vida!
"o que não nos mata torna-nos mais fortes" é bem verdade!

gimbras.nofuturo.com disse...

Eu sei o que se passa. Sei que são ela e ele. Às vezes, as mães têm mesmo de fazer os dois papéis... Ela um dia compreenderá, espero.

mimanora disse...

Gimbras, ela já compreende mas isso não deixa de magoar, ver aqueles olhos menos alegres, perceber a sua decepção e o esforço que faz para não ligar e ser fria :(

mimanora disse...

P.S.: e eu não quero que ela deixe de ser o doce que é...