domingo, 14 de dezembro de 2008

Hoje - Tipo Zombie

Nem sei se amanhã estarei em forma, este fim-de-semana deu cabo de mim... noitadas, álcool, e muita dança deixaram-me de rastos!
O jantar de Natal. Bem o jantar de Natal da empresa foi… foi até conseguirmos aguentar-nos e aguentar o dono da sala.
Foi um jantar bem regado ao qual mal acabou a paparoca alguns se baldaram, mas os que ficaram se divertiram à grande.
Muita música e alta, dançar até não poder mais, coreografias inventadas… parece que fiz uma aula de aeróbica durante um dia inteirinho, fiquei toda partidinha, os pezinhos … as pernas trémulas de tão doridas, até de guitarra fizeram (perna direita levantada segura pelo tornozelo com a mão esquerda e a mão direita acima do joelho a fingir que toca) esta coreografia das meninas arrancou aplausos e vários bis (sim pq os meninos não conseguiram!), as costas e os ombros estão completamente desfeitos… quem me manda a mim ser toleirona e ir de botas com salto alto! A música teve um pouco de tudo: Abba, anos 90, salsa.
A quase tradição destes jantares cumpriu-se mais uma vez, esta tradição consiste numa dança muito aplaudida, intervenientes – o administrador de uma das empresas (sim, temos várias…) e eu – esta dança não tem coreografia nenhuma especial, vamos dançando uma música qualquer mais para o slow e vamos inventando, claro que há sempre umas voltas em que ficamos numas posições no mínimo ridículas.
Foi melhor do que esperava e o meu ânimo foi melhorando à medida que o jantar avançava. Ah, é verdade, como cheguei atrasada acabei por ficar na mesa do boss!...
Para sábado estava marcado um jantar não necessariamente de Natal, mas dos amigos do café do preto, às vezes juntamo-nos 2 a 3 vezes por ano, apesar de nos irmos vendo uns e outros com alguma frequência durante o ano.
É um jantar de amigos que nos conhecemos todos desde os 12/13 anos e que morávamos todos no mesmo bairro. Era um bairro sui generis pois todos nos dávamos muito bem e fazíamos disparates permanentemente.
É o grupo das festas de garagem improvisadas à última hora, das “fugidas” de casa para ir ao 2001 (ainda não havia nem se pensava em auto estrada), em que andávamos 3 e 4 na mesma mota,… Ao todo devemos ser uns 150 mas só uma vez nos conseguimos reunir quase todos.
Desta vez estávamos uns 35.
Começou com um jantar muito, mas muito animado, para variar bem regado onde até fado se cantou, e acabámos como é da praxe no Tokio com muitas peripécias pelo meio (algumas garrafas desapareceram misteriosamente das prateleiras e outras coisas não dá para escrever...) não fossemos nós o grupo do café do preto!
É engraçado ver que todos nós com a idade que temos, a responsabilidade de família, de trabalho, todos nós mantemos o mesmo espírito irresponsável da adolescência quando nos juntamos!
Acho que fiz mais exercício nestas 2 noites que em 2 semanas de caminhada. Há músculos que eu já nem me lembrava que tinha e que hoje insistem em me lembrar que existem, até me dói mexer o pescoço!
Estou tipo zombie.... e amanhã é 2ª feira...
(Ficaram de me enviar fotografias, vamos ver se podem ser "postadas")

9 comentários:

Tita disse...

Hehehehe!!! Espetacular!!! Também estou a precisar duma jantarada do género! ;)

mimanora disse...

Estes fins de semana principalmente as jantaradas de amigos sabem muito bem, mas no fim ficamos completamente KO.
Ainda estou toda partida...

Thunderlady disse...

Estou numa realidade assim tipo... anos luz daí!

com essas idas ao "dois" deves conhecer a minha sogra... deves deves...!

Alexandre disse...

Só te fez bem essa diversão toda, aproveita bem ;)

mimanora disse...

Thunderlady, do "dois" talvez conheça mesmo a tua sogra :)!!!!
Alexandre, aproveito cada minuto e sabe tão bem!

L.M disse...

E é assim que vale a pena!!! Alegria, alegria!!! :D
Fins-de-semana bem aproveitados é o que se quer!!! :D

Beijinho***

gimbras.nofuturo.com disse...

Lindo! Assim é que é, grande malucos! :D

Matrix disse...

Estás em grande!!!! Na maior!
Viva a VIDA!!!

Matrix disse...

Estás em grande!!!! Na maior!
Viva a VIDA!!!