terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Sigo de longe

Seguindo uma vida de longe, mesmo longe mais não posso do que adivinhar, imaginar o que faz, o que pensa, como se sente.
E é o que sente e como se sente que mais me preocupa...

16 comentários:

L.M disse...

E não te podes aproximar um bocadinho?? ;)

mimanora disse...

Receio enviar os sinais errados e ao mesmo tempo magoar-me.
A aproximação tem de ser feita por ele que se afastou...:(

Alexandre disse...

Se vocês querem duas coisas diferentes... o melhor é o distanciamento pelo menos enquanto o tempo não vos puser a encarar as coisas da mesma maneira.

Estou mesmo a ver que andamos em situações semelhantes Mimanora, mas parece-me que em lados diferentes... sendo que a minha lua tem três faces.

mimanora disse...

Três faces da lua = a 3 pax?
É que se é assim também eu!

Alexandre disse...

Bem as semelhanças não acabam estou a ver... daí a semelhança dos pensamentos e sentimentos...

mimanora disse...

Pois é Alexandre:( e não está nas minhas mãos resolver o "assunto". Se estivesse, já estava resolvido pq não gosto de limbos e meias águas.
A mim resta-me esquecer. E se um dia ele vier e eu estiver disponivel é porque é mesmo o que quer e então veremos...

Alexandre disse...

Como te entendo :) agora imagina não te poderes afastar... literalmente não te poderes afastar...

mimanora disse...

Alexandre, pode ser por email?
Qual?

L.M disse...

Já estive numa situação dessas e como não havia decisões quem se afastou fui eu para parar de me magoar!!! E com o tempo passou!! :)
Espero que suceda o mesmo contigo ou que ele se decida de vez!!

gimbras.nofuturo.com disse...

Meus amigos, ainda recentemente senti o mesmo... como dói. Como dói...

mimanora disse...

L.M. e Gimbras, decisões há mas custam e doiem...

pensamentosametro disse...

De longe é sempre a distância mais difícil de suportar.


Bjos


Tita

mimanora disse...

Tita, é mesmo dificil :(

Matrix disse...

Racionalismos da...*****
Por muita volta que dêm ao texto... o raio dos sentimentos acabam sempre por ganhar!!!!
quem me dera ser uma vida perfeita, onde o emocional fosse exactamente como racinal...
pensando bem... será que resultaria???
Bom, nesse caso, mais de metade dos livros deixavam de existir nas prateleiras das livrarias!!!

mimanora disse...

Matrix, talvez fosse o equilibrio entre os 2! Assim continuariam a existir livros nas prateleiras qb e filmes e nós talvez fossemos mais felizes!

...Ju... disse...

como eu te entendo :(