sábado, 11 de abril de 2009

Why Now?

Se há alturas em que queremos o nosso passado presente, em que nos consola, há outras em que o julgamos “esquecido”, em que não precisamos dele e, ele, insiste em aparecer, invadir e não nos largar.
É o caso hoje e até de ontem, sacudo os pensamentos, arranjo mil e uma coisas para fazer, entretenho esta minha cabeça com coisas boas do presente, mas ele insiste e insiste.
Digo-lhe que o meu presente está bom e é o que me interessa, mas ele não liga, não quer perceber e ataca em pequenas coisas. Num ou noutro gesto que faço obriga-me a recordar uma viagem relâmpago para um almoço em Trás-os-Montes, leva-me ao Alentejo onde revisitámos o passado e em que laços de amizade e cumplicidade se estreitaram.
Foram bons momentos, mas não os quero aqui e agora. Quero que fiquem guardados, sossegados no seu canto para poder gozar o presente e quem sabe construir um passado que tenha futuro.

13 comentários:

pensamentosametro disse...

Não lhes dês ouvidos. Faz de conta que são flashes de um filme que já viste há muito...


Bjos


Tita :)

Lobinho disse...

Transparente, curto, incisivo e bom.

Happy Easter :=)

Daniel

Me Hate disse...

Um conselho?!?!?!

Deixa que te invadam todos os pensamentos, todos os sentimentos... até ao limite em que a lágrima seja um punhal invisivel... e depois, olha em redor. Verificarás que nada, nem ninguém, merece o esforço se... não o faz na mesma medida que tu...

Garanto uma coisa: o dia começa a ter uma luz, completamente diferente!

Beijo

;)

mimanora disse...

Tita, é mesmo o que tento fazer...

Lobinho, obrigad e Boa Páscoa para ti também.

Me Hate, bem vinda! Não quero que me invadam até ao limite. Vão indo e vindo e vou enxotando-os, não quero perder mais tempo com eles.

gimbras.nofuturo.com disse...

Muito bem escrito. Eu quando enterro o passado fica enterrado definitivamente. Sem remorsos. E bola para a frente que o jogo é de campeonato.

Thunderlady disse...

Why not?

wednesday disse...

Se é passado, é mesmo isso. Podemos recordar, pode haver algo que volte a aparecer, mas normalmente algo novo, do presente e controlado por nós. Mas o melhor mesmo é estares no teu presente, descansada, olhar em frente e continuar.

mimanora disse...

Gimbras, chutar para a frente:)e obrigado pelo elogio.

Thunderlady, why?

Wedenesday, é isso mesmo, mas ainda é cedo para algumas recordações...

Um gajo qualquer... disse...

Adorei este texto!!

Minha amiga começas a ter material para escrever um livro.


;)

mimanora disse...

Ó Gajo passaste-te? Eu escrever um livro???

Um gajo qualquer... disse...

Dá-lhe mais uns tempinhos a escrever textos desses e tens material para escrevesr: "As crónicas de Mimanora"!!

:)

mimanora disse...

Gajo, essa das "Crónicas..." tem graça!!!!!

ladybug disse...

Hmmm... Assuntos mal resolvidos? :) Beijinho