terça-feira, 21 de abril de 2009

Fraqueza ou não...

Mesmo quando me magoam muito, muito mesmo, quem me conhece bem sabe que se precisar de mim estou de braços abertos.
Há quem me critique por isso, mas não me preocupo, porque às vezes as pessoas podem mudar há quem não acredite nisso, mas quando somos inteligentes e humildes, aprendemos com os erros, mudamos e às vezes, poucas é certo, conseguimos retomar uma amizade que nos pode ser mais preciosa do que imaginamos... e isso é que é verdadeiramente importante!

9 comentários:

pensamentosametro disse...

Minha querida M. eu já fui assim, aliás ainda sou assim, embora só do lado esquerdo. Se precisarem de mim eu vou lá, trato ajudo e depois retiro-me, não reato porque o mundo, a vida já me provaram que as pessoas mudam sim, mas como não são inteligentes, raramente mudam para melhor...

Bjos


Tita

Kika Canas da Lapa disse...

Saber perdoar é uma grande qualidade e acredito que no fim de contas ficamos com sensação de ganho :)

mimanora disse...

Tita, a uns temos de fazer como dizes "trato, ajudo e depois retiro-me", outros muito mas muito poucos ainda podemos reatar. Quero acreditar que sim;)

Kika ;)

Thunderlady disse...

E não podemos esquecer que nós próprios mudamos também nesse espaço de tempo e passamos a ver as coisas com outros olhos. O receber de braços abertos ou fechados não depende só da humildade do outro mas da nossa própria muidança e receptividade.

gimbras.nofuturo.com disse...

Que curioso. Tenho algo parecido pronto a ser publicado sobre o tema. Estender a mão ao traidor é nobre, mostra que somos superiores ao orgulho.

gimbras.nofuturo.com disse...

Faço minhas as palavras da pensamentosametro.

Um gajo qualquer... disse...

As palavras da pensamentosametro fazem imenso sentido!!!

;)

Ela disse...

Assino...

gimbras.nofuturo.com disse...

Ei, Gajo e Ela :P seus copiões. Eu é que concordei primeiro com a pensamentosametro. loool :P