domingo, 8 de março de 2009

Tranquilidade

Conseguimos alguma tranquilidade quando conseguimos conviver com o sentimento de perda, mesmo não o tendo esquecido.

4 comentários:

João disse...

A o conseguirmos suportar, sempre é uma ajuda :)

Thunderlady disse...

:)

Eu não gosto de esquecer as coisas, também não gosto de as recordar só porque sim, mas gosto de manter em mente o que me fez sentir o quê, dá-me tranquilidade.

gimbras.nofuturo.com disse...

É verdade. E também quando aprendemos a amar sem sermos egoístas: a pessoa amada pode amar outrém, mas nós só nos importamos em que ela seja feliz.

mimanora disse...

João :)

Thunderlady,é bem verdade. Isso consegue-se com o passar do tempo!

Gimbras, talvez seja esse o amor supremo;)