segunda-feira, 9 de março de 2009

Ter Medo de Amar?

Será que há pessoas que já se magoaram tanto que têm medo de assumir compromissos ou de gostar de alguém com medo de sofrerem uma vez mais?
Será que nunca vão ter a capacidade e a segurança necessária para uma relação séria e duradoira?
Será que até acabam uma relação por recearem ser magoados outra vez, para não sentirem mais uma vez a perda?
Como é que pessoas assim conseguirão ser felizes?
Vão vivendo o(s) momento(s) tentando sempre não se “agarrarem” a ninguém, sem arriscarem seriamente, convencendo-se que essa é a relação que lhes trará felicidade, mas que (in)conscientemente sabem que não vai durar.
Essa fuga pode dar-lhes alguma adrenalina momentânea, emoções fortes, o sabor bom da conquista, mas será que os faz felizes? Não ficará uma angústia maior que esses momentos?
Não há que ter medo de se entregar, de amar, de apostar… só assim podemos tentar encontrar maior quantidade de momentos felizes.


O Gimbras e eu combinámos escrever este post, aqui podem encontrar a continuação ou uma possível resposta...

2 comentários:

eva disse...

Li a segunda parte antes de ler a primeira parte do post.
Se me permintem, vou deixar uma outra questão, em forma de post, no meu cantinho... :)

gimbras.nofuturo.com disse...

:) Bom, eu já comentei. :)